Home > Notícia Leitura
Janeiro de 2020

10/01/2020
Estiagem preocupa Estância Velha
A Defesa Civil e a Emater de Estância Velha estão preocupadas com a forte estiagem que assola o Estado. Na quinta-feira, 9, os dois órgãos participaram de uma reunião na Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs), em Porto Alegre, junto a mais de 90 municípios, para debater os impactos e formas de apoio ao agronegócio neste momento.

Segundo a Secretaria Estadual do Meio Ambiente e Infraestrutura (Sema), desde 2011 o Rio Grande do Sul não enfrentava uma estiagem tão severa, e que tem previsão de seguir até o final de fevereiro.
A Emater e Defesa Civil realizaram levantamentos durante toda a semana, a fim de verificar os impactos no município, que chegam a 30% de perda da produção.

O produtor rural Jéferson de Abreu, que planta cerca de 27 hectares de milho, teve uma perda de 7 hectares até o momento, e relata ainda que além da perda também não poderá realizar a safrinha (plantio entre intervalos de safras), que trará mais prejuízos.

Na reunião foi pedido celeridade por parte do Governo do Estado e dos órgãos de apoio ao agronegócio na assistência os agricultores que possuem seguros agrícolas e seus financiamentos, junto às instituições financeiras. Com o agravamento da situação, os municípios poderão acessar recursos federais para enfrentar essa realidade.

Segundo o diretor-técnico estadual da Emater, Alencar Rugeri, por causa da estiagem deste ano ocorrerão problemas no futuro, como por exemplo na produção de leite, devido à quebra na produção de grãos.

Monitoramento no município

A Emater de Estância Velha ressalta ainda a importância de se realizar investimentos em irrigação e reservação de água e o seguro agrícola, que em casos de interpéries poderá diminuir o impacto junto ao agricultor.

A Emater, Defesa Civil e Secretaria Municipal do Meio Ambiente e Preservação Ecológica (Semape) seguem acompanhando a situação no município através dos boletins da Sala de Situação da Sema. Participaram do encontro na Famurs o coordenador da Defesa Civil, Doglas Bauermann e a técnica agrícola da Emater, Mariane Mendes Lopes.

Brasão de Estância Velha